Seguir

PROMOVENDO COVID - o jornal O Estado de S. Paulo publicou (6/06) uma reportagem onde demonstra, usando as redes oficiais do palácio do planalto como fonte, que dos 59 eventos públicos em que participou Bolsonaro estava sem máscara em 73% deles. A pesquisa vai de março de 2020 (registro da 1ª morte no país) até 24/05/2021 (viagem ao Equador). Os atos foram fotografados e se vê (no caso não se vê) o uso da máscara. Se avolumam as provas que o presidente é o maior propagador do COVID-19 no Brasil.

Inicie a sessão para participar na conversa
Mastodon (PT)

Masto.pt é uma instância de Mastodon para pessoas que falam Português.