Mostrar mais recentes

@d3
Reparem aqui na página do Erasmusmais.pt o requerimento dos "documentos de candidatura":

erasmusmais.pt/post/bolsa-aval

Inacreditável ou quê?

Tendo terminado o prazo sem que tivéssemos qualquer resposta, apresentámos agora uma queixa junto da Comissão de Acesso a Documentos Administrativos (cada.pt).
É de lamentar que tal seja sequer necessário.

Mostrar conversa

No final do ano passado pedimos ao Ministério da Economia e Transição Digital o acesso aos memorandos de entendimento assinados pelo Estado com as empresas Google, Microsoft e Amazon, que foram anunciados a propósito da estratégia para a "Transição Digital".

Let me fix that for you, Publico:
"Videoconferências e aplicações de encontros podem deixar de ser privadas e passar a ser monitorizadas na UE, não se vá dar o caso de alguma - eventualmente, porventura, quicá, nunca fiando - ter conteúdos menos próprios"
publico.pt/2021/01/23/sociedad

Hoje seguiu a nossa 1ª newsletter geral, um sai-quando-sai de baixa frequência da D3.

No menu: queixa contra empresas adtech; receitas sem fim da taxa da cópia privada; encriptação das telecomunicações; fim da Stayaway Covid.

É assinar!
masto.pt/@d3/10503905176284418

Numa altura de confinamento obrigatório, em que a Stayaway Covid se torna especialmente inútil, abre-se uma janela de oportunidade para fazer um balanço e repensar a sua utilização. Boa altura para dar por encerrado este projecto, que já há muito deu o pouco que tinha a dar.
10/n

Mostrar conversa

servirá apenas para prolongar desnecessariamente este lamentável cenário de passa-culpas em praça pública.
Resta agora desviar os recursos empregues na criação, manutenção e promoção da Stayaway para soluções e medidas que sabemos que efectivamente funcionam.
9/n

Mostrar conversa

e que, em nome da integridade científica, saiba admitir que a sua experiência falhou. Não o fazer, e continuar a insistir em promover soluções desacreditadas cujos resultados continuarão a falhar amanhã como têm falhado rotundamente até hoje,
8/n

Mostrar conversa

Em nome da integridade científica e do bem comum, seria primordial que todos os intervenientes neste debate tirassem as devidas conclusões desta experiência. Apelamos a que o INESCTEC assuma a responsabilidade pela enorme distração que proporcionou à sociedade portuguesa
7/n

Mostrar conversa

Não foi apenas em Portugal que a aplicação não funcionou. As aplicações não funcionaram, em geral, simplesmente porque a experiência revelou que a hipótese testada não era adequada a alcançar o objectivo pretendido.
6/n

Mostrar conversa

No início da pandemia, a utilização de aplicações para rastreio de contactos através de Bluetooth era hipótese teórica que valia a pena estudar e testar, para se perceber melhor o potencial. Mas depressa percebemos que os resultados práticos ficavam muito aquém do desejado.
5/n

Mostrar conversa

Agora, supostamente, o que é preciso é modificar a app para que os código sejam inseridos directamente pelos médicos - mas aí culpa é da CNPD e dos SPMS que não se despacham. Mas, depois disso ser feito, a app já vai resultar! 🙄
4/n

Mostrar conversa

Em qq solução técnica normal e expectável a existência de variáveis de natureza social que podem dificultar a sua implementação e sucesso. Mas esse factores sociais deveriam ter sido previstos e tidos em conta nos cálculos e promessas feitas acerca da eficácia da app.
3/n

Mostrar conversa

O INESCTEC continua a encontrar desculpas para o não funcionamento da app e a disparar culpas em todas as direcções, menos para si próprio.
Parece que, para o INESC, a Stayaway Covid não funciona porque - como ao Rui Veloso - o mundo inteiro se uniu para a tramar.
2/n

Mostrar conversa

INESCTEC veio agora culpar os médicos pelo fracasso da app Stayaway. Antes foram os políticos, depois os portugueses que não aderiam, depois a CNPD por fazer o seu papel, depois Google/Apple pela forma como geriam as permissões das apps, e por aí fora.
1/n
direitosdigitais.pt/comunicaca

Alguém que não tenha mudado para Telegram ou Signal por essas aplicações não estarem disponíveis em pacotes de dados de maior dimensão exclusivos para determinadas apps, que existem em alguns tarifários? Se sim, contem-nos ;)

É para uma amiga (chama-se ANACOM).

Mostrar mais antigos
Mastodon (PT)

Mastodon é uma rede social baseada em protocolos abertos da web e software livre e gratuito. É descentralizado como e-mail.