Mostrar mais

Depois de já o ter feito em acórdãos anteriores (Digital Rights Ireland e Tele2/Watson), o Tribunal de Justiça da União Europeia volta a declarar que a retenção indiscriminada dos metadados das telecomunicações viola os direitos fundamentais dos cidadãos(...)
1/3 t.co/GiNnZpzfeN

Quanto mais rapidamente todos o percebermos e aceitarmos, menores serão os danos provocados.

Mostrar conversa

Mas, razões políticas à parte, continuamos a ter de lidar com a realidade. E como diz o jornal Político: "a realidade demonstrou que [estas apps] são pouco mais do que engenhocas brilhantes que deixam muito a desejar".
politico.eu/article/coronaviru

Mostrar conversa

Vamos lá separar as águas. A aposta na Stayaway Covid é agora essencialmente um assunto político. Certos actores políticos decidiram apostar nesse cavalo, e agora a única opção (política) que têm para não perder a face é continuar.
Tudo bem, é assim que a política funciona.

Para terminar, esta semana tivemos também a Ordem dos Médicos a dizer que estão a ser desviados médicos de família para - entre outros - a Stayaway Covid. Gostávamos de confirmar a informação e saber mais sobre isto.
/15
jornalmedico.pt/atualidade/397

Mostrar conversa

É impossível calcular os impactos negativos da comunicação sobre capacidades da app. Mas os resultados positivos são tão escassos que não é difícil que a falsa sensação de segurança cause estragos de maior dimensão, e que o efeito global seja negativo.
/14
ionline.sapo.pt/artigo/709136/

Mostrar conversa

Ora, a app não consegue garantir que não existiram contactos de risco. A funcionar - e é discutível - a app em tese avisa apenas sobre uma pequena percentagem dos potenciais contactos de risco. Assumir o contrário, ou comunicá-lo dessa forma, coloca-nos a todos em perigo.
/13

Mostrar conversa

Por exemplo, na sexta-feira o Primeiro Ministro foi a uma escola dizer: "Eu uso e é com muita satisfação que todos os dias de manhã tenho verificado que até agora ainda não estive próximo de alguém que era um contacto de risco"
/12
t.co/sqdfyKgQNs

Mostrar conversa

Neste contexto, é impossível perceber a aposta do governo na app como medida eficaz do que quer que seja. Aliás, é bastante provável que o efeito global da app seja negativo, tendo em conta a má comunicação que se tem efectuado sobre as capacidades da app.
/11

Mostrar conversa

Em França, 3 semanas após a app de rastreamento de contactos francesa ter sido lançada, houve 14 notificações. Esta semana chegaram às 200. A comissão que acompanha a utilização da app apelidou os números alcançados de "patéticos".
/10
venturebeat.com/2020/09/18/fra

Mostrar conversa

Assumindo tudo isto, que é muito, serão 33 casos em duas semanas. Nessas duas semanas houve um total de 7 mil casos de COVID-19 em Portugal, pelo que 33 representam 0.47%. Mas, como vimos, o número deve ser inferior.

Estamos hoje nos 849 casos/dia e tendência de crescimento.
/9

Mostrar conversa

Mas é tb importante saber qual será a percentagem de falsos positivos das notificações enviadas pela app.

Mas vamos mais uma vez assumir que os 33 "casos" são efectivamente casos de COVID-19.
/8

Mostrar conversa

Assumindo tudo isto, seria excelente saber quantos desses 33 "casos" são efectivamente casos confirmados de COVID-19.

Obviamente: mais vale prevenir que remediar e justificam-se as precauções necessárias até se saber o resultado dos testes.
/7

Mostrar conversa

em princípio a app vai notificar os restantes elementos. Mas essas notificações serão inúteis pois nem o infectado precisaria de ajuda para identificar o seu agregado familiar, nem os restantes elementos da família precisariam da app para saber que existe risco de contágio.
/6

Mostrar conversa

Vamos também assumir por um momento que essas 33 pessoas são todas elas contactos que não seriam rastreáveis por meios normais.

Por exemplo, numa família que viva na mesma casa e em que todos usem a app, se surgir um infectado,
5/

Mostrar conversa

Vamos assumir por um momento que essas 33 pessoas estavam a utilizar a app certa, e não fazem parte dos 100 mil portugueses que o Expresso indica que descarregaram a app errada:
4/
expresso.pt/coronavirus/2020-0

Mostrar conversa

Os últimos números reportados de contactos ao SNS24 por parte de pessoas cuja app indicou um potencial contágio são de "33 casos reportados" em duas semanas (até 15/09).
3/

Mostrar conversa

Assumamos pois a proeza de 100% de retenção de utilizadores. Assim como assim, a argumentação favorável à utilização da app assenta em tantos pilares de areia, mais um ou menos um não faz grande diferença.
2/

Mostrar conversa

Thread sobre a app Stayaway Covid!

Consta que a app Stayaway Covid tem agora 1M de utilizadores.
Em França, calcula-se que cerca de 30% dos utilizadores que instalaram a app, desinstalaram-na posteriormente. (fonte: #10)
Mas por cá não.
1/

Mostrar mais
Mastodon (PT)

Mastodon é uma rede social baseada em protocolos abertos da web e software livre e gratuito. É descentralizado como e-mail.